Você sabe o que é Construção Virtual?


Imagine atuar num mercado que ainda é pouco explorado e bastante promissor e o melhor de tudo: com uma demanda extremamente vasta.

Construção Virtual é o termo para identificar a modelagem de edifícios em softwares BIM, entre eles o largamente utilizado Autodesk Revit. São protótipos virtuais que podem ter diversos usos, entre eles: Compatibilização de projetos, orçamentação, planejamento da obra, análise de construtibilidade e operação e manutenção das edificações. Este último uso, conhecido como a dimensão 7D do BIM ou “Facilities Management”, pressupõe que a modelagem seja um As Built, termo em inglês, para designar a modelagem “como construído”. E justamente por isso, este uso específico do BIM, tende a ser um dos que mais irá absorver mão-de-obra qualificada nos próximos anos. Entenda por que...

Diversos estudos mostram que o custo de manutenção das edificações é de 80% ante os 20% gastos na obra. Ou seja, a parte mais significativa do custo de um edifício vem depois que ele já foi construído, por isso, nos últimos anos, grandes esforços e estudos na construção civil tem sido para reduzir esses custos. Notadamente, estudos sobre eficiência energética e redução de consumo tem sido um tema recorrente na construção civil como um todo.

Neste ínterim, a Construção Virtual vem como um serviço fundamental, especialmente para avaliar as possibilidades de redução de custos em edifícios existentes, bem como auxiliar na operação e gestão de ativos e instalações. Assim, percebemos o imenso mercado que há para esse uso do BIM nos próximos anos e que exigirá mão-de-obra qualificada na construção civil e modelagem BIM. Alguns escritórios de arquitetura e engenharia vem ganhando destaque neste serviço de construção virtual, porém, ainda muito focado nos usos para obra (orçamento e planejamento), não tendo ainda explorado o uso de protótipos para a dimensão 7D.

A demanda para As Built em BIM será tanto maior, quanto mais as empresas perceberem os benefícios para redução de custos de manutenção e operação nas edificações e perceberem o BIM como maior aliado nesse processo, e elas tem começado a notar esses beneficios.

Exemplos de empresas que tem grande necessidade de gerenciar ativos e reduzir os custos em manutenção e operação de edifícios são Concessionárias de aeroportos, arenas esportivas, hospitais, redes de supermercados e fraquias, instituições governamentais, grandes corporações, escolas, hotéis, teatros, condomínios residenciais, entre outros. Já pensou em fazer uma lista dessas edificações em sua cidade ou estado e começar a pensar numa cartela de clientes? Tornar-se um modelador BIM e entender os processos de modelagem é fundamental para ser pioneiro nesse nicho de atuação.

O software Autodesk Revit contempla todas as disciplinas para modelagem, desde arquitetura, instalações prediais e estruturas, além disso, a autodesk conta também com o Software Navisworks, capaz de criar um modelo federado para compatibilização dos projetos, incluindo também as possibilidades da construção virtual para os usos em projetos, planejamento e coordenação de obras.

Mais uma vez, notamos que a tecnologia BIM tem sido um divisor de águas na construção civil e trará retorno certo para quem migrar o mais cedo para essa nova realidade.


Posts Em Destaque